Oficina Registros Com Afeto Pedra Branca Sc3

Registros com Afeto: um encontro sobre amor, momentos e histórias de família

No sábado (26) tive a chance de facilitar uma oficina no Impact Hub Continente, localizado no Atrium Offices – Passeio Pedra Branca: a Registros com Afeto.

Com a intenção de inspirar as famílias sobre um novo olhar para as memórias afetivas, compartilhei a inspiração para a criação do Save the Love. Uma das coisas que percebi ao longo do tempo é que o projeto não surgiu a partir da minha experiência na faculdade de Jornalismo com fotografia e sim por outro motivo, ainda mais profundo. Na verdade, acho que todo mundo já ouviu uma história semelhante.

Você nasce e cresce achando que a sua família é desajustada. A minha, como comentei neste post, destoava do comum com o meu pai mais velho e a minha mãe ter sido freira. Com o tempo vamos amadurecendo e percebendo que as outras famílias não são tão diferentes como a nossa. E aí começamos um outro processo, o de aceitação da família como ela é. Foi assim que percebi que o Save the Love surgiu a partir da conexão com a história da minha família. Eu me apaixonei por ela e hoje quero contá-la de forma autêntica para os meus filhos, que contarão para meus netos e assim por diante. E é isso que busco fazer também com as pessoas que me procuram para retratar seus momentos.

Na oficina Registros com Afeto apresentei um pouco do que é a fotografia documental de família misturando práticas reflexivas sobre os porquês que nos levam a fotografar a nossa família, bem como os lugares que mais gostamos ou as pessoas que são especiais pra nós. Mas fui além e falei também de como os relatos, seja em forma de cartas ou diários são importantes para nos ajudar a lembrar de uma situação, comportamento ou fase de vida.

A proposta do Registros com Afeto era oferecer um espaço para que as famílias tivessem uma conexão com as suas histórias. Sai determinada a realizar mais edições a partir dos feedbacks compartilhados. 😉

Compartilho alguns depoimentos e a cobertura fotográfica incrível realizada pela minha amiga e fotógrafa Renata Larroyd.

Sua história me emocionou, tocou meu coração várias vezes e meus olhos se encheram de lágrimas. Você é parte disso. Para mim, mudou a forma de olhar os momentos e como olhar e sentir.

Mudou a minha percepção dos momentos, como aproveitá-los e realmente vivê-los. E agora vou criar uma caixa de fotos da nossa família porque ainda não temos.

Achei lindo, carinhoso e as crianças em volta cria um clima de afeto.

O que mudou? Entender que a escrita pode ser simples e não precisa criar histórias rebuscadas. Também gostei de pensar nos lugares que gosto de ir para fotografar.

Caso esteja visitando o site pela primeira vez, siga-nos também no instagram @savethelove para acompanhar outras histórias.

This Post Has 2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *